terça-feira, 20 de agosto de 2013

Bons Costumes

A gente está se acostumando a fazer amor devagarzinho,
No meu chão, com as suas cobertas e seus travesseiros.
A gente já se acostumou a dormir às 5 da manhã ouvindo Djavan e
Usar seu Iphone como lanterna pra eu poder escrever no escuro.
A gente acostuma os olhos a não estranhar a luz do poste acesa.
Eu me acostumei fácil com seu cheiro e você com as minhas cristas ilíacas.
É melhor não me acostumar.
E fico pensando em poesia enquanto você me beija e quando estou contigo tenho a péssima
Sensação de não precisar ficar com mais ninguém, mas mesmo assim fico,
Para não perder o costume.
E peço a deus que você fique também, pra gente ter o bom costume

De ter vontade de voltar.

Um comentário:

  1. passei por aqui, aguardo sua visita: www.micropoetricidade.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seguidores